TRANSTORNOS

Moradores enfrentam transtornos devido às obras do viaduto

Construção do novo acesso entre rodovias MCG-491 e MG-050 causa confusão e reclamações sobre sinalização na região
Por: Ralph Diniz | Categoria: Transporte | 29-04-2023 01:27 | 1426
Foto: Jornal do Sudoeste

As obras do viaduto que interligará as rodovias MCG-491 e MG-050 têm causado transtornos para moradores e empresários do bairro Cidade Industrial I. A confusão se estende aos motoristas que trafegam pelas rodovias e enfrentam dificuldades para encontrar as entradas corretas.

A principal queixa dos moradores é o fechamento do acesso que liga o bairro ao Jardim Europa e ao restante da cidade. Para chegar às suas casas, os moradores precisam fazer um deslocamento adicional de pouco mais de um quilômetro, passando pelo terminal rodoviário ou pelo posto da Polícia Rodoviária na MG-050. Além disso, a falta de sinalização de desvio tem agravado a situação.

Empresários com galpões na avenida Washington Martone e nas proximidades da Cidade Industrial também se queixam da queda no movimento devido ao fechamento do acesso entre as rodovias. A prefeitura de São Sebastião do Paraíso, por meio da Secretaria de Trânsito e Transporte e vereadores do município estiveram no local nesta semana em busca de uma solução para o problema.

Em nota, a Concessionária AB Nascentes das Gerais, responsável pela construção do viaduto, afirmou que há sinalização vertical no local, conforme as normas do Conselho Nacional de Trânsito - Contran. A empresa ressalta que os desvios são necessários para a execução das melhorias e que a obra tem previsão de duração de 90 dias.

A prefeitura, por sua vez, informou que notificou a AB Nascentes das Gerais para melhorar a sinalização no local, principalmente nas áreas de entrada e saída da cidade. Após a notificação, o prefeito Marcelo Morais e o secretário de Trânsito, João Paulo Bueno, realizaram uma visita técnica e, também, notificaram os engenheiros responsáveis pelas obras.

Em nota, a prefeitura destacou: “A prefeitura entende a necessidade da interdição em alguns pontos, porém, que seja comunicada corretamente à população para que não haja o transtorno que ocorreu nesta semana. Reforçamos que a obra é de responsabilidade das Nascentes e que o Município não tem como intervir na logística desta, desde que não atrapalhe a saída e entrada no Município como aconteceu recentemente”.

VEM SE ARRASTANDO
A construção da alça de ligação entre a MG 050 e a BR-491 a cargo da concessionária Nascentes das Gerais vem se arrastando há algum tempo. Chegou ser iniciada a terraplanagem às margens da MG 050 mas a obra foi suspensa em 2013 por que houve desentendimento com o então prefeito, no tocante a valores que seriam pagos a título de desapropriação.

Havia expectativa da retomada da obra em 2019, mas a ideia não vingou. Conforme anunciado à época, conforme publicado pelo Jornal do Sudoeste, além da alça de acesso entre as duas rodovias, o projeto contempla a duplicação do trecho entre o posto da Polícia Rodoviária Estadual no km 400 da MG 050 até o Terminal Rodoviário Angelo Scavazza.

No dia 16 de junho de 2021 depois de uma visita do governador Romeu Zemma a Paraíso, o prefeito Marcelo Morais assinou termo de doação da área para o Estado, de modo a ter o andamento da obra, cujo início estaria programado somente para 2027.

 Quando da assinatura, o prefeito anunciou também que teria sido atendida a reivindicação de seria incluída no projeto a ligação entre os bairros San Genaro e Jardim Planalto e Cidade Industrial. O vereador Lisandro José Monteiro, que presidia a Câmara, reivindicou a construção de acesso e ajustes na rodovia BR-491, possibilitando o acesso ao bairro Bela Vista e adjacências.