SOLUÇÕES GEDOR SILVEIRA

Crise no Gedor Silveira: prefeito e governador discutem soluções em encontro

Hospital psiquiátrico enfrenta grave crise financeira e risco iminente de fechamento. Líderes políticos unem forças em busca de uma solução
Por: Ralph Diniz | Categoria: Saúde | 14-08-2023 10:14 | 1589
Foto: Reprodução Rede Sociais

Durante a tarde da última quinta-feira, 10, São José da Barra tornou-se palco para uma reunião crucial entre Marcelo Morais, prefeito de São Sebastião do Paraíso, o presidente da Câmara, José Luiz das Graças, e Romeu Zema, governador de Minas Gerais. O foco do encontro foi a delicada situação financeira do Hospital Psiquiátrico Gedor Silveira.

No final de julho, a Fundação Sanatório Gedor Silveira, responsável pela administração do hospital, comunicou, por meio de um ofício, à Prefeitura de São Sebastião do Paraíso e à Superintendência Regional de Saúde, sobre o alarmante estado financeiro da instituição. A fundação alertou para o risco de fechamento do hospital em até 30 dias, devido a um déficit mensal de R$ 300 mil. Em entrevista ao Jornal do Sudoeste naquela ocasião, Fernando Montans Alvarenga, presidente do conselho Diretor e curador da fundação, esclareceu a gravidade da situação. Segundo ele, os principais entraves financeiros decorrem de fatores como a falta de significativos incentivos governamentais e os valores defasados das diárias pagas pela SUS à instituição.

Marcelo Morais fala sobre o encontro com o governador: “Eu expliquei toda a situação a ele, posicionei o problema. Ele declarou que, no que depender dele, não permitirá que o hospital feche. Isso já cria uma esperança”, ressalta o prefeito, que também compartilhou com Zema possíveis saídas para a crise financeira da instituição. Contudo, ele salienta que “não descansará” até que a situação seja plenamente resolvida.

Os deputados Cássio Soares, Antônio Carlos Arantes e Emidinho Madeira, que representam a região tanto na Assembleia Legislativa Estadual quanto na Câmara Federal, marcaram presença na discussão. Conforme apurado, uma reunião com os líderes políticos de São Sebastião do Paraíso e a diretoria do hospital será agendada pelo governador Zema nas próximas semanas, tendo o problema do hospital como pauta central.

O Hospital Psiquiátrico Gedor Silveira atualmente acolhe 123 pacientes internados. Destes, apenas três são de São Sebastião do Paraíso; os demais provêm de diferentes regiões do estado. “Com o fechamento do hospital, onde nós colocaríamos esses pacientes?”, questiona Marcelo Morais, preocupado com a situação.

Visando ampliar o debate sobre a crise do hospital psiquiátrico, uma audiência pública será realizada na próxima quinta-feira, 17, às 19h, na Câmara Municipal, para engajar a comunidade na busca de soluções para que o Gedor Silveira continue com o atendimento aos pacientes. A reunião com o governador Romeu Zema inicialmente está prevista para o dia 24, mas o deputado Antonio Carlos Arantes busca antecipar a audiência para a próxima semana, o que dependerá da agenda do governador.

Outra articulação feita pelo prefeito Marcelo Morais em que a situação da Fundação Gedor Silveira estará em pauta, será a reunião da AMEG em Paraíso no dia 28, para a qual ele pretende contar também com municípios que integram a AMOG.