CURSOS

Investigador de Paraíso será tutor em cursos da Secretaria Nacional de Segurança Pública

Agente da 4ª Delegacia Regional de Polícia Civil iniciará a sua tutoria atuando no curso "Municípios e Segurança Pública, o papel da Guarda Municipal"
Por: Ralph Diniz | Categoria: Mundo | 07-10-2023 09:53 | 1279
Roney Vilaça foi aprovado na seleção de tutores do Ministério da Justiça e Segurança Pública
Roney Vilaça foi aprovado na seleção de tutores do Ministério da Justiça e Segurança Pública Foto: Reprodução

Um investigador de da 4ª Delegacia Regional de Polícia Civil vai representar São Sebastião do Paraíso nos cursos da Rede EaD ministrados pela Secretaria Nacional de Segurança Pública - SENASP. Roney Vilaça foi aprovado na seleção do Ministério da Justiça e Segurança Pública (MJSP) para atuar como tutor.

O agente iniciará a sua tutoria atuando no curso "Municípios e Segurança Pública, o papel da Guarda Municipal". Para isso, ele passou por um treinamento e, em seguida, acompanhará, de forma permanente, os alunos dos cursos, identificando ausências, respondendo perguntas dos fóruns, avaliando e atribuindo notas aos cursistas.

Policial Civil há 14 anos, Roney Vilaça já foi Guarda Civil Municipal em Paraíso por três anos, é graduado em Geografia, além de possuir especializações em "Sociologia" e em "Segurança Pública e Cidadania"; e já atuou como professor em escolas públicas e nos dois últimos cursos de formação de Guardas Municipais no município.

"É uma honra participar do aprimoramento profissional de agentes de todo Brasil, compartilhando experiências no âmbito do papel do município na segurança pública. O Bolsa-Formação dará um incentivo financeiro aos profissionais estudantes dos estados e municípios que aderiram ao projeto, e ser um dos selecionados me traz um grande reconhecimento enquanto agente de segurança e um acréscimo ao meu currículo", diz o investigador."

A Secretaria Nacional de Segurança Pública informou que até o final deste ano serão realizadas duas edições dos cursos Pronasci, que atenderão um total de 100 mil profissionais de Segurança Pública em todo o país. Os cursos que serão ofertados em 2023 e que deverão ser adotados pelo projeto Bolsa-Formação serão: Enfrentamento à violência contra mulheres e meninas; Municípios e Segurança Pública; Tecnologia aplicada à Segurança Pública; Enfrentamento à desigualdade racial; Papel do Susp na defesa da democracia.