DISPAROS

PM diz que disparos contra caminhonete foi fruto de desentendimento no trânsito

Mensagens de voz de um suposto irmão da vítima que circularam pelo Whatsapp afirmavam que homem teria sofrido tentativa de assalto na BR-491, em Paraíso
Por: Ralph Diniz | Categoria: Mundo | 18-11-2023 13:03 | 1780
Crime ocorreu no último final de semana, próximo ao aeroporto municipal de Paraíso
Crime ocorreu no último final de semana, próximo ao aeroporto municipal de Paraíso Foto: Reprodução

Durante a semana, circulou pelas redes sociais e aplicativos de conversa no telefone áudios supostamente gravados pelo irmão de uma vítima de tentativa de assalto na rodovia BR-491, em São Sebastião do Paraíso. Juntamente com as mensagens de voz, foram compartilhadas fotos da caminhonete com marcas de tiros. A Polícia Militar confirmou que o carro foi alvejado, mas que o crime teria sido consequência de um possível desentendimento no trânsito.

De acordo com as mensagens de voz compartilhadas, o familiar relatava que o irmão e três amigos seguiam, na madrugada de sábado, 11, de Paraíso a Itamogi em uma VW Saveiro quando, próximo ao aeroporto municipal, uma caminhonete com luz alta sinalizou para que o condutor parasse o veículo. Na recusa, os suspeitos teriam disparado três vezes contra o automóvel. O motorista e os amigos conseguiram fugir.

Diante da repercussão do assunto, o Jornal do Sudoeste entrou em contato com o 43º Batalhão da Polícia Militar de São Sebastião do Paraíso, que esclareceu que os disparos contra a Saveiro não teriam sido fruto de uma tentativa de assalto, mas de um possível desentendimento de trânsito.

Conforme registrado pela PM, uma equipe de militares foi solicitada a comparecer à rodovia BR-491 pela vítima, de 38 anos. O homem informou que seguia de Paraíso a Itamogi quando, na altura do KM 7, freou o veículo de forma brusca próximo ao radar existente no trecho. Nesse momento, um veículo não identificado, com faróis de led, que vinha logo atrás precisou frear para evitar a colisão traseira.

Insatisfeito com a frenagem repentina da vítima, o motorista do veículo não identificado pareou o veículo lateralmente com a Saveiro e realizou um disparo de arma de fogo contra ela. A vítima, então, reduziu a velocidade e ficou atrás do carro do autor, que efetuou mais um disparo e fugiu em alta velocidade por uma estrada vicinal.

As vítimas se esconderam em um matagal até a chegada dos militares. No local, foi constatado que o veículo sofreu uma perfuração na lataria da lateral esquerda e outra no pneu traseiro. A perícia técnica da 2ª Delegacia Regional de Polícia Civil esteve no local para os serviços de praxe, liberando a Saveiro para vítima. Não houve feridos e ainda não há informações sobre o autor dos tiros.

Imagens que circularam pela internet mostram marcas de tiros na lateral e pneu da Saveiro