CURTAS EDIÇÃO 2818

Curtas

Por: . | Categoria: Cidades | 25-05-2024 04:59 | 830
Foto: Arquivo

Pano pra manga
Ao que tudo indica, a escolha do nome que vai representar o grupo político que reúne PT, PV e PC do B vai ter “pano pra manga” nos próximos dias. Isso porque o diretório do Partido dos Trabalhadores divulgou uma nota contestado a afirmação de Alex Rossetti (PV), em entrevista concedida ao “JS”, de ele havia sido escolhido como pré-candidato da federação.

Enquanto tem bambu, tem flecha
Segundo o diretório municipal do PT, Rildo Domingos, pré-candidato do partido, segue na disputa para disputar as próximas eleições municipais pela Federação Brasil da Esperança, uma vez que as “deliberações internas ainda não foram concluídas”. É como dizem: “Enquanto tem bambu, tem flecha”.

Nada muda
Apesar da expectativa petista, PV e PC do B não demonstram muita vontade em mudar o cenário do grupo. As lideranças dos dois diretórios municipais já fecharam a questão e devem mesmo indicar o nome de Rossetti. Segundo Edson Carvalho, do PV de Paraíso, declara: “Já está definido em 2 a 1, já que o PC do B está ao nosso lado. E a [federação] estadual não compra briga com a municipal.” Se quiser seguir na briga, o PT vai ter que tirar um coelho da cartola.

Dengue em queda
Na última semana epidemiológica, Paraíso atingiu um dos menores índices de notificações de dengue do ano, caindo mais de 50 por cento de casos em relação aos sete dias anteriores. Foram 235 casos registrados contra 487 da semana anterior.

Trabalho em equipe
Marcelo Morais atribui a diminuição dos casos registrados ao trabalho realizado pela equipe do Departamento de Vigilância Epidemiológica, que tem trabalhado em todo o município combatendo o mosquito transmissor da doença nos quintais dos moradores, nos terrenos baldios e nos lotes vagos. Além disso, o prefeito ressalta que o uso do inseticida permetrina em áreas com alta incidência de infestação do Aedes aegypti.

Óbitos suspeitos
Ainda segundo os dados do último boletim, são cinco o número de mortes supostamente causadas por dengue que estão sendo investigadas pela Secretaria em Estado em Saúde em Paraíso. Não há nenhum óbito confirmado na cidade em 2024.

Preocupação regional
O alívio de não haver nenhuma morte causada por dengue em Paraíso em 2024 não pode ser dividido com outros municípios da região. Passos, por exemplo, já registrou nove óbitos em menos de cinco meses – mesmo número que havia registrado em todo ano passado. São 23 vítimas fatais no sudoeste mineiro.

Insegurança
A insegurança campeia em Paraíso, e conforme alerta feito pela empresa Siga Locações, obras tem sido alvo de ladrões, que em redes digitais fez a seguinte postagem: “Estamos passando por um momento delicado, com muitos furtos em obras. Pedimos a todos que não deixem nada de valor em containers e principalmente dentro das obras. Verifiquem sempre se o container está fechado com as duas chaves tetra, e lembrem de trancá-lo com cadeado também”, diz.

Jardinagem
A substituição da iluminação de praças em São Sebastião do Paraíso por lâmpadas de led, deu novo aspecto àqueles espaços públicos. Mas realçou também que em todas elas falta o ajardinamento, um trato no paisagismo, o que se imaginava, seria providenciado juntamente com a iluminação e substituição de bancos que estão danificados. Isto não aconteceu.

MEMÓRIA PARAISENSE
Constituída pela lei 4180 portaria de 271/66, em 25 de maio de 1966,passa a uma nova fase, devido a questões políticas, uma das mais antigas instituições educacionais do município, o Ginásio Paraisense, que abriu suas portas em 1907. A Escola Estadual Paraisense como hoje é denominada, te3ve como primeiro diretor o Professor Carmo Perrone Naves, que, com sua equipe, contribuiu para uma educação de qualidade, compromisso que é mantido até os dias atuais. (Efemérides Paraisenses)